Banco de Dados NOSQL. Quando utilizar?

NoSQL ou Not Only SQL, traduzindo, não somente SQL ou não relacional, é uma abordagem para design de banco de dados em que é possível acomodar uma grande variedade de modelos de dados. Por exemplo, documentos, chave-valor, coluna larga e gráficos.

Os bancos de dados NoSQL, fornecem esquemas flexíveis e escalas fáceis em grande quantidade de dados e altas cargas de usuários. Aliás, eles são muito úteis para lidar com big data.

 

Afinal, quando utilizar o banco de dados NoSQL?

Os armazenamentos de grandes volumes de dados podem possuir pouca ou nenhuma estrutura. Isso porque os bancos de dados NoSQL não limitam os tipos de dados que podem ser armazenados juntos, além disso, permite também adicionar novos tipos de dados de acordo com as necessidades de cada momento. 

Optar pelo NoSQL também é uma excelente opção para que alguma solução em nuvem seja escalável, de forma que os dados fiquem fáceis de compartilhar com outros servidores. Assim, é possível tirar aproveitamento dos armazenamentos na nuvem.

Com NoSQL não é preciso de antecedência para atualização na estrutura de dados, como acontece no banco de dados relacional. Ou seja, é possível fazer atualizações frequentes na estrutura de dados mesmo que em um tempo mínimo de inatividade.

Vale ressaltar também NoSQL vem apresentando um crescimento rápido da sua utilização, por isso, apostar em seu negócio é muito vantajoso.

 

Tipos de bancos de dados NoSQL

Documento: eles armazenam documentos JSON, BSON ou XML. Os bancos de dados de documentos que costumam ser mais adotados, geralmente possuem uma arquitetura escalável, fornecendo escalabilidade de volumes de dados e tráfego.

Além disso, têm a flexibilidade de retrabalhar estruturas de documentos de acordo com a necessidade que precisa. Assim, moldando a estrutura de dados conforme os requisitos do aplicativo que pode mudar com o tempo.

 

Chave-Valor: esse é o armazenamento mais simples de banco de dados NoSQL. Isso porque, cada elemento de dados no database é armazenado como um par de valores-chaves, que consiste em um nome de atributo, ou chave e um valor.

Dessa forma, o armazenamento em chave-valor é uma espécie de banco de dados que se relaciona apenas com duas colunas. Normalmente se aplica em carrinhos de compra, perfis e preferências do usuário.

 

Gráficos: Este está diretamente ligado entre os elementos de dados, pois cada elemento é armazenado como se fosse um nó. As conexões entre os elementos são chamadas de links ou relacionamentos. Em um banco de dados gráfico, as conexões são elementos de primeira classe do banco de dados, armazenados diretamente.

 

Além disso, cada tipo específico de banco de dados NoSQL possui pontos fortes da sua utilização, mas todos eles compartilham de características que vão permitir:

  • Lidar com grandes volumes de dados em alta velocidade com uma arquitetura escalável
  • Habilitar atualizações fáceis para esquemas e campos
  • Armazenar dados não estruturados, semiestruturados ou estruturados
  • Aproveitar ao máximo a nuvem para oferecer menor tempo de inatividade.

Aliás, esses recursos vão proporcionar maior eficiência se comparados com bancos de dados relacionais.

 

Então, está pensando em aplicar NoSQL no seu negócio? A HIT desenvolve para você. Há 10 anos no mercado produzindo software, vamos analisar e estudar a viabilidade do seu projeto.

Com uma equipe qualificada e que entende do assunto, é possível tirar do papel e colocar em prática. A consultoria é gratuita, mas você também pode conversar com os especialistas para saber essas e mais vantagens do banco de dados NOSQL.

Vem pra HIT!

 

Posted in Tecnologia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *